Seu browser não suporta JavaScript!

Página Principal » INSTITUCIONAL » O Campus » Histórico

Histórico

O campus Presidente Epitácio, edificado em atendimento à Chamada Pública do MEC/SETEC nº 001/2007 – Plano de Expansão da Rede Federal de Educação Tecnológica – FASE II, está localizado no município de Presidente Epitácio, à 650 Km da capital São Paulo.

O campus entrou em atividade em fevereiro de 2011, inicialmente oferecendo cursos nas áreas de Automação Industrial e Edificações, totalizando 160 vagas. As aulas tiveram início na escola Professor Waldyr Romeu da Silveira até que fosse concluída a construção do prédio da escola técnica. Em 31 de março de 2011 ocorreu a inauguração do prédio do IFSP, que contou com a presença do Magnífico Reitor, Arnaldo Augusto Ciquielo Borges, que durante a sua visita anunciou que a escola técnica de Presidente Epitácio seria transformada em faculdade (oferecendo a modalidade de ensino técnico superior) nos próximos anos.

A área construída para a instalação do IFSP foi doada pela Prefeitura de Presidente Epitácio. O prédio recebeu um investimento de R$ 4,7 milhões, sendo que a edificação conta com dois prédios interligados com salas de aula, laboratórios de informática, biblioteca, complexo administrativo, espaço para convívio e pátio coberto, totalizando 5.316,06 metros quadrados de área construída.

Presidente Epitácio é um dos 53 municípios que compõem a região oeste paulista de São Paulo. Destaca-se na 10º Região Administrativa do Estado de São Paulo como a 2ª cidade no ranking de crescimento demográfico e econômico, ficando atrás somente de Presidente Prudente, que ocupa a 1º colocação neste quadro. A cidade de 42.500 habitantes proporciona uma excelente qualidade de vida, com segurança e raras belezas naturais, projetando-se assim como um local ideal para se morar e investir. Sua localização geográfica é estratégica, já que se encontra no Estado de São Paulo, absolutamente próximo das divisas com os estados de Mato Grosso do Sul e Paraná. Esta localização permite uma grande interação com o Centro-Oeste e com o Sul do país. O deslocamento e o acesso são amplamente beneficiados, pois a cidade conta com um diferencial em relação à maioria das cidades, tendo um completo sistema de logística que inclui transporte aéreo, terrestre (rodovia e ferrovia) e fluvial, permitindo escoamento multimodal e oferecendo economia no transporte de cargas.

A atividade agropecuária no município tem grande importância, visto que sua formação foi basicamente motivada por esta atividade, iniciando com o desmatamento para comercialização de madeiras, seguida de formação de pastos e plantações como algodão, milho, amendoim e outras culturas que atraiu muita mão-de-obra de outras regiões, dando início à formação da população epitaciana. Com a instalação do frigorífico, a atividade rural voltou-se quase que totalmente para a pecuária, porém este quadro está diversificando-se atualmente com a plantação de cana.

Com um comércio forte e pujante, tem recebido visitantes de várias outras cidades que consomem a força desse mercado. Por este motivo, a cidade tem atraído os olhares das grandes redes de varejo, que se apressam em instalar suas filiais aqui. Neste contexto podemos citar Casas Pernambucanas, Casas Bahia, Magazine Luíza, Ponto Certo, BJ Santos, dentre várias outras, além de 7 postos de diferentes redes bancárias. A diversidade do comércio e do serviço também é algo a se destacar, já que todas as modalidades comerciais são encontradas no município, sendo encontrados mais de 600 estabelecimentos só de varejistas. Toda essa pluralidade atrai as indústrias, que acabam vindo se estabelecer na cidade. Hoje encontramos cerca de 20 fábricas que se instalaram na cidade em busca de mão-de-obra disponível, segurança e qualidade de vida, além de incentivos fiscais. As indústrias hoje empregam cerca de 35% dos empregados ativos do município, com rendimento médio em torno de R$ 730,00. Como exemplo de indústrias que já estão ativas no município, podemos citar: Frigorífico Friboi, Rebiére Ingredientes Alimentícios e Laticínio Jóia.

A instalação do IFSP em Presidente Epitácio é resultado dos esforços da Prefeitura de Presidente Epitácio, do próprio Instituto e do MEC, pois são conhecedores das necessidades da região, como a capacitação de seus moradores para o atendimento a toda a demanda de mão-de-obra que será exigido diante das necessidades dos empreendimentos que já existem e aos que virão, e pelas características já citadas. A presença do IFSP permitirá a ampliação das opções de qualificação profissional e formação técnica e tecnológica para as indústrias e serviços da região, por meio de educação gratuita e de qualidade, propiciando a formação de mão-de-obra especializada para o atendimento de todos os investimentos, beneficiando a população regional e não sendo mais necessário importar mão-de-obra de outras regiões.

A instalação da educação profissional em Presidente Epitácio é de suma importância, pois atenderá toda a região do entorno. Por apresentar forte economia industrial e diversidade de segmentos (indústria, agropecuária, turismo, serviços, etc.), a cidade se transformou em polo regional, recebendo pessoas de várias cidades da região que vem em busca de emprego, lazer, educação, atendimento médico, etc. Num raio de aproximadamente 80km, podemos citar as seguintes cidades: Caiuá, Presidente Venceslau, Marabá Paulista, Teodoro Sampaio, Piquerobi, Santo Anastácio, Presidente Bernardes, Panorama, Paulicéia (cidades do estado de São Paulo), Bataguassu, Anaurilândia e Brasilândia (cidades do estado do Mato Grosso do Sul).

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, juntamente com o Ministro da Educação, Fernando Haddad, inauguraram no dia 27 de dezembro de 2010 o campus Presidente Epitácio, em solenidade realizada em Brasília.

« « O Campus   Como chegar » »